Banco Rural | Vagas de emprego, trabalhe conosco em estágio e jovem aprendiz

O Banco Rural foi fundado em 1964 e liquidado em 2013 e construiu uma história de muitas realizações na produção agrícola do país. A instituição financeira era privada e controlada pela família Rabello.

Sua melhor posição no ranking de bancos privados ativos do Banco Central, foi em 2005 quando obteve a 18ª posição entre os 40 maiores bancos brasileiros.

Mas diante de inúmeros escândalos de corrupção em 2006 o banco começou a perder sua credibilidade e ativos, até ter sua liquidação extrajudicial em agosto de 2013, decretada pelo Banco Central.

História do Banco Rural

banco-rural-vagas-de-emprego

 

O banco mineiro foi criado para estimular o crédito entre o meio agropecuário e agrícola de Minas Gerais e de todo o Brasil. Privado e com agências, sucursais e pontos de atendimento espalhados por todo o país, o Banco Rural possuía facilidades de crédito para pequenas empresas e empreendedores.

Já foi um dos principais bancos mineiros, com inúmeros ativos do Estado e com investimentos em infraestrutura e negócios que incrementaram a região. Apesar do foco rural, o banco também oferecia crédito para outros tipos de empreendimentos e foi um grande incentivador da economia do Estado.

Seu principal foco era pessoa jurídica com créditos específicos para incrementar a gestão do fluxo de caixa, otimização de capital de giro e qualquer outro tipo de necessidade financeira. Com a retomada do crédito pelos brasileiros, o Banco ganhou mais gás por oferecer o produto certo.

Apesar do nome, a maior parte das agências do Banco Rural eram em grandes centros urbanos. Mesmo assim, o crédito para produtor rural era dos mais procurados. Com condições especiais, inclusive para o trabalhador rural sem registro em carteira, com taxas de juros muito mais acessíveis e adequadas a realidade da pessoa.

Outros tipos de empréstimos como conta garantida, desconto de duplicatas, desconto de cheques, capital de giro para empresas, crédito consignado, crédito para pessoa jurídica e muito mais.

O Conglomerado Financeiro Rural abrange o Banco Rural de Investimentos S.A, o Banco Rural Mais S.A., o Banco Simples S.A. e a Rural Distribuidora de Títulos e Valores Imobiliários S.A.

 

O Mensalão

O Banco Rural foi envolvido no escândalo do Mensalão, por ter contas suas utilizadas para corrupção. A estrutura foi organizada pelos próprios dirigentes do banco, onde os benefícios financeiros do esquema eram recebidos pelos beneficiários. A lavagem de dinheiro era sofisticada, porém simples e durou mais de dois anos.

O Mensalão era a compra de votos de parlamentares no Congresso Nacional, entre os anos de 2005 e 2006. E em 2012 seus principais dirigentes foram condenados, como Kátia Rabello dona do banco, Vinícius Samarane, vice presidente e José Roberto Salgado ex-vice-presidente. Eles receberam as penas mais duras em crimes financeiros realizados no Brasil.

O nome do banco já havia sido mencionado também no mensalão tucano e na CPI dos precatórios, sem haver provas e condenações.

Por conta desses escândalos, grande parte de seus ativos debandaram, com receio não só da saúde financeira do banco, mas também de terem seus nomes revelados em algum outro escândalo.

Dicas de bancos para trabalhar

O portal de conteúdo Autônomo Brasil, disponibiliza em sua seção: Dicas de emprego e estágio, diversas dicas de bancos para você se candidatar.

Veja em destaque:

Estágio Corporativo Itaú Unibanco

Trabalhe conosco Banco Tribanco